Arquivos

Adeus caixões!

publicado: 23/03/2016 Fonte: capsulamundi.it

Cápsula orgânica transforma pessoas falecidas em árvores

A ideia do “ciclo da vida” agrada muitas pessoas independentemente da fé. Em poucas palavras, é vida se transformando em vida.

O projeto italiano The Capsula Mundi é uma representação perfeita desse conceito.

Desenvolvido pelos designers Anna Citelli e Raoul Bretzel, o projeto consiste em uma cápsula orgânica e biodegradável que é capaz de transformar um corpo em decomposição em nutrientes para uma árvore.

Primeiro, o corpo do falecido é colocado dentro da cápsula e então enterrado. Depois é plantado uma árvore ou uma semente por cima para aproveitar a matéria orgânica.

O projeto veio da ideia de criar uma alternativa ecologicamente sustentável para caixões.

Fonte: capsulamundi.it

Cada cliente pode escolher sua árvore favorita

The Capsula Mundi

Fonte: capsulamundi.it

É a transformação do cemitério…

The Capsula Mundi

Fonte: capsulamundi.it

… em uma floresta de memórias!

The Capsula Mundi

Fonte: capsulamundi.it

Isso sem derrubar árvores para produzir caixões…

The Capsula Mundi

Fonte: capsulamundi.it

… mas plantando vários tipos para gerar mais vida.

The Capsula Mundi

Fonte: capsulamundi.it

O projeto é ousado e mexe em tradições seculares, por isso ainda não foi colocado em prática. A Itália tem leis restritas sobre enterros.

Transformar cemitérios em lugares cheios de árvores (vida) é uma excelente maneira de resgatar boas lembranças das pessoas que se foram.

Outro exemplo de alternativa foi a criada pelos designers espanhóis Martín Azúa e Gerard Moliné criaram a Urna Bios, uma pequena caixa em forma de cone que pode abrigar cinzas humanas e, quando enterrada, dá inicio a uma outra vida.

É que dentro de cada urna há uma semente de planta que é escolhida pelo freguês… antes de morrer, claro! Poucos dias depois de enterrada, a planta começa a germinar e a crescer, marcando claramente o novo lugar que o antigo corpo ocupa na terra. De acordo com o site de Azúa, “a Urna Bios reintegra o homem ao ciclo de vida natural. É um ritual laico de regeneração e volta à natureza”.

The Capsula Mundi

Esta proposta de reintegração, é claro, não poderia prejudicar o solo. Por isso, a Urna Bios é feita com casca de coco, celulose e turfa – um material de origem vegetal – e pode se desintegrar na natureza sem impactá-la.

Fonte: Will. AWEBIC 2015. Franco, Marina. Superinteressante, 2013.