Arquivos

Planos de gerenciamento de resíduos em estúdios de tatuagem

publicado: 20/03/2016

O destino final dos Resíduos de Serviço de Saúde (RSS) representa um dos grandes problemas de saúde, preocupando cada vez mais a opinião pública e as lideranças políticas. A problemática gira em torno da disposição inadequada desses RSS que podem causar danos ao meio ambiente em relação à possibilidade de contaminação de lençóis freáticos e à proliferação de doenças através da transmissão por vetores. A manipulação dos resíduos perfuro-cortantes com materiais biológicos pode causar acidentes levando à contaminação dos profissionais envolvidos no processo, bem como da população, caso os resíduos estejam mal acondicionados e tenham um destino final inadequado. Os estúdios de tatuagem, por exemplo, são locais que devem seguir as normas de higiene e segurança exigidos no manuseio dos resíduos (VI AGORA, 2014).

Planos de gerenciamento de resduos em estdios de tatuagem

Na prática, todo o material não deve ir para o lixo comum, colocando em risco lixeiros e catadores. Os estabelecimentos devem manter um ambiente para armazenamento interno com as devidas precauções. Entretanto, alguns estúdios de tatuagem não contam com a coleta externa de seus resíduos e acabam depositando seus detritos normalmente no caminhão tradicional da companhia de lixo urbano.

Planos de gerenciamento de resduos em estdios de tatuagem

Os estabelecimentos devem ser assessorados por um serviço de coleta especializado em resíduos do serviço da saúde, bem como um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos da Saúde, o PGRSS assinado por profissional responsável com sua respectiva anotação de responsabilidade técnica ART. O documento deve ser protocolado na vigilância sanitária do município, conforme preconiza a RDC da Anvisa nº 306 de 2004.

O PGRSS é um estudo que aborda um conjunto de procedimentos a partir de bases científicas, normativas e legais, tendo por objetivo minimizar a produção de resíduos e proporcionar o encaminhamento seguro e eficiente, visando proteger o trabalhador, preservar a saúde pública e os recursos naturais do meio ambiente (ERDTMANN, 2004).

Planos de gerenciamento de resduos em estdios de tatuagem

Além de estar regularizado junto a legislação vigente, o profissional assume sua responsabilidade sócio-ambiental perante a sociedade o qual esta inserido, podendo concomitantemente divulgar seu gerenciamento como ação de marketing verde do estabelecimento.